Qual é a melhor escova?

Qual é a melhor escova?

As escovas de dentes variam em tamanho, forma, dureza, comprimento e distribuição de cerdas. Qual seria a melhor escova de dentes?


Uma escova de dentes deve ser capaz de atingir e limpar eficientemente a maioria das áreas dos dentes. 

Alguns fabricantes de escovas de dentes reivindicam superioridade do desenho em alguns conceitos, como pequenas modificações no posicionamento das cerdas, no comprimento ou na rigidez. Essas reivindicações são primariamente baseadas em demonstrações de remoção de placa, que são mostradas por estatísticas, serem significativamente superiores a escovas de dentes comparadas em um ou mais estudos clínicos. Mas um estudo recente comparou quatro desenhos de escovas de dentes presentes no comércio e concluíram que nenhum desenho era superior aos outros na remoção de placa em uma única escovação. Nenhuma escova de dentes e poucos escovadores removem toda a placa bacteriana das superfícies dos dentes. Sendo assim, em termos de se recomendar uma escova de dentes particular, não podemos reportar superioridade de significado clínico para qualquer tipo de escova de dentes.

A facilidade na manipulação da escova pela pessoa e a percepção de que a escova funciona bem, são fatores importantes na seleção da escova. Já que a efetividade e o potencial de diferentes tipos de escovas dependem de como elas estão sendo utilizadas. Sendo assim, o tipo de escova é largamente uma questão de preferência individual. 

Recentemente, tem sido descritos alguns desenhos diferentes, que pretendem tornar a escovação mais fácil e áreas de difícil alcance mais acessíveis. Um possui cerdas curvas de ambos os lados da cabeça da escova e cerdas menores no centro. Esta é designada a escovar as superfícies vestibular, lingual e oclusal/incisal ao mesmo tempo. Um estudo demonstrando sua habilidade para a remoção de placa mostrou diferenças estatisticamente significativas entre escovas curvas e a convencional, mas diferenças absolutas foram insignificantes. A ideia de escovar todas as superfícies alcançáveis do dente de uma só vez é atrativa, e estes desenhos de escova criativos podem ser úteis a alguns pacientes para conquistar um melhor controle de placa. Não há nenhuma razão para desencorajar o uso de qualquer tipo de escova em particular, especialmente se o paciente gosta dela e utiliza-a melhor ou mais do que uma escova convencional.

Dois tipos de materiais são usados nas cerdas de escovas de dentes: Naturais (crina) e filamentos artificiais, feitos predominantemente de náilon. Ambos removem placa, e as cerdas de náilon predominam vastamente no mercado. Entretanto, com relação à homogeneidade do material, uniformidade no tamanho das cerdas, elasticidade, resistência à quebra e repulsão da água e fragmentos, os filamentos de náilon são claramente superiores. As cerdas naturais, devido à sua forma tubular, são significativamente mais susceptíveis a desfiar, romper, contaminar-se com fragmentos microbianos diluídos, amolecer e perder a elasticidade. Os pacientes acostumados à flacidez de uma velha escova de cerdas naturais muitas vezes traumatizam a gengiva quando usam escovas novas com vigor comparável. É útil chamar a atenção para isto quando o paciente substitui as cerdas naturais por cerdas de náilon.

As cerdas das escovas de dentes são agrupadas em tufos, geralmente distribuídos em três ou quatro fileiras. As escovas de quatro fileiras multitufadas contem mais cerdas e podem limpar melhor do que as escovas com menos fileiras.

Admite-se que as cerdas com bordas arredondadas causam menos injúrias à gengiva do que as cerdas com corte plano e bordas cortantes.

A questão da melhor dureza das cerdas ainda não está resolvida. Os diâmetros das cerdas comumente usadas medem em média 0,2 mm nas escovas macias, 0,3 mm nas escovas médias e 0,4 mm nas escovas duras. As escovas macias do tipo descrito por Bass ganharam grande aceitação. Bass recomendou um cabo reto e cerdas de náilon de o,2 mm de diâmetro e 10,3 mm de comprimento, com as pontas arredondadas distribuídas em três fileiras de tufos. Para crianças, a escova é menor (8,7 mm), com cerdas mais finas (0,1 mm).

As opiniões com respeito aos méritos das cerdas duras e moles baseiam-se em estudos realizados sob diferentes condições; estes estudos são geralmente inconclusivos e contraditórios. As cerdas macias são mais flexíveis, limpam abaixo da margem gengival (limpeza dos sulco) e atingem mais profundamente as superfícies dentárias proximais.  O uso de escovas de cerdas duras é associado com mais recessão gengival, e indivíduos que usam com frequência escovas de cerdas duras apresentam mais resseção gengival do que aqueles que usam cerdas macias. Contudo , o modo pelo qual a escova é usada e a abrasividade do dentifrício afetam mais a ação da limpeza e abrasão do que o próprio grau de dureza das cerdas. A dureza das cerdas pode não afetar significativamente o desgaste da superfície de esmalte.

Uma escovação feita com muita força pode levar a resseção gengival; bacteremia, especialmente em pacientes com gengivite pronunciada; defeitos em forma de cunha na área cervical das superfícies radiculares; e ulceração dolorosa da gengiva (desencadeamento de aftas). Esse tipo de escovação deve ser identificado e desencorajado.

escovas cerdas gastas

Para manter a efetividade da limpeza, as escovas de dentes devem ser trocadas periodicamente. O desgaste com o uso difere largamente entre os indivíduos, mas com uma boa observação podemos notar os sinais de desgaste das cerdas em poucos meses. Se todas as cerdas estão desordenadas após uma semana, isso é um sinal de que a escovação provavelmente esteja sendo muito forte; se as cerdas ainda estão retas após seis meses, ou a escovação está sendo feita de forma fraca, ou a escova não está sendo usada todos os dias.

Infelizmente as pessoas tendem a utilizar as escovas de dentes pelo maior tempo possível, mesmo após as cerdas estarem quase destruídas. Escovas de dentes com marcadores de desgaste (ex. uma tinta azul em algumas cerdas) são encontradas frequentemente. A tinta apaga-se com o uso e pode ser útil para relembrar os pacientes a reporem suas escovas de dentes periodicamente.

A preferência por características do cabo é algo de interesse individual.O cabo deve caber confortavelmente na palma da mão; este pode ser reto ou angulado, grosso ou fino.

Escovas com angulação modesta entre a cabeça e o cabo são encontradas, e algumas evidências clínicas suportam a ideia de que estes cabos de escovas aumentam o acesso para a remoção de placa em condições de escovação supervisionadas. De fato, um estudo recente descreveu uma escova de dentes com uma dupla angulação do pescoço do cabo e demonstrou uma redução de placa mais significativa, especialmente nas superfícies vestibular e lingual. É razoável assumir que modificações para aumentar o acesso devem ajudar alguns pacientes a escovar mais eficientemente.

Resumindo….

Para a maioria das pessoas são recomendadas escovas com as seguintes características:

  • Cabeças pequenas
  • Cerdas retas
  • Cerdas com bordas arredondadas
  • Cerdas de náilon
  • Cerdas macias a médias
  • Cerdas arranjadas em três ou quatro fileiras de tufos;
  • Cabos com angulação do pescoço

Entretanto, se um paciente perceber algum benefício de um desenho característico, o uso desta escova deve ser encorajado.

MINHA OPINIÃO

De nada adianta o tipo de escova se você não souber como utilizá-la.  Então pergunte ao seu Dentista como se deve escovar os dentes corretamente, ele vai te explicar detalhadamente o passo a passo. Depois compre aquela escova que melhor te agrade e que você tenha maior facilidade de manipulação, de preferência escolha uma escova com as características citadas acima: cabeça pequena, cabo com angulação do pescoço e cerdas de náilon, macias, retas e aredondadas.

Eu particularmente gosto muito da escova de dentes  Suiça chamada CURAPROX Ultra Soft, que custa aproximadamente R$ 30,00. Ela além de possuir todas as características gerais recomendadas, foi a melhor escova de dentes que eu já utilizei. Mas essa é a minha opinião! Lembre-se que a minha adaptação a um tipo de escova poderá não ser a mesma que a sua. Mas caso queira testar, fique a vontade.

curaprox1

Fonte de Pesquisa: Carranza / profissãodentista



Compartilhe esta notícia!



  • 2017-08-01 12:45:00.0

Outras notícias

  • Capa da notiícia: VOCÊ SABE O QUE É GENGIVITE?

    Gengivite

    2017-09-05 00:00:00.0

    VOCÊ SABE O QUE É GENGIVITE?


  • Capa da notiícia: TRATAMENTOS

    Implantes Dentários

    2017-09-04 15:40:00.0

    TRATAMENTOS


  • Capa da notiícia: Saúde bucal de idosos

    Saude bucal para idosos

    2017-07-12 11:51:00.0

    Saúde bucal de idosos


  • Capa da notiícia: ONLAYS E INLAYS

    Restaurações Onlay

    2017-07-03 07:31:00.0

    ONLAYS E INLAYS


  • Capa da notiícia: Dra. Saskia Barouki - Odontopediatria

    Odontopediatria

    2017-06-12 13:08:00.0

    Dra. Saskia Barouki - Odontopediatria


  • Capa da notiícia: Tratamento de canal mais rápido e mais confortável. Sessão única na maioria dos casos.

    Endodontia

    2017-05-22 15:45:00.0

    Tratamento de canal mais rápido e mais confortável. Sessão única na maioria dos casos.


  • Capa da notiícia: #HarmonizeDay

    Harmonize Day

    2017-05-19 23:09:00.0

    #HarmonizeDay


  • Capa da notiícia: VOCÊ SABE O QUE É UMA CÁRIE?

    Cáries - Evite!

    2017-04-29 12:52:00.0

    VOCÊ SABE O QUE É UMA CÁRIE?


  • Capa da notiícia: Surgiu meu dente SISO, e agora?

    3º Molar, o que faço?

    2017-04-23 18:33:00.0

    Surgiu meu dente SISO, e agora?


  • Capa da notiícia: O mal que afeta 90% dos brasileiros.

    Má Oclusão

    2017-04-03 08:02:00.0

    O mal que afeta 90% dos brasileiros.


  • Capa da notiícia: Qual é a idade mínima para realizar tratamento com implantes dentários?

    Implantes na Adolescência

    2017-03-19 09:00:00.0

    Qual é a idade mínima para realizar tratamento com implantes dentários?


  • Capa da notiícia: Falar de conscientização em relação às questões femininas é falar também no direito a uma assistência diferenciada.

    Mudanças Hormonais

    2017-03-09 08:17:00.0

    Falar de conscientização em relação às questões femininas é falar também no direito a uma assistência diferenciada.


  • Capa da notiícia: Estudos comprovam que as mudanças fisiológicas associadas à menopausa podem afetar, de maneira incisiva, a saúde bucal da mulher.

    Saúde bucal na menopausa

    2017-03-02 11:12:00.0

    Estudos comprovam que as mudanças fisiológicas associadas à menopausa podem afetar, de maneira incisiva, a saúde bucal da mulher.


  • Capa da notiícia: Estimados, fiquem atentos ao nosso horário de carnaval:

    Horário de Carnaval

    2017-02-27 09:50:00.0

    Estimados, fiquem atentos ao nosso horário de carnaval:



Clientes

  • Capa da notiícia: Cliente 01

    Cliente 01

    2011-01-21 15:45:00.0

    Cliente 01


  • Capa da notiícia: SIDESC

    SIDESC

    0001-12-29 23:00:00.0

    SIDESC


  • Capa da notiícia: ASFOC-SC

    ASFOC-SC

    2015-09-24 23:30:00.0

    ASFOC-SC


  • Capa da notiícia: CARDESC

    CARDESC

    2015-09-24 10:15:00.0

    CARDESC


  • Capa da notiícia: SAUDESC

    SAUDESC

    0001-12-15 23:00:00.0

    SAUDESC


Onde fica a Ortex?

Atendimento

Endereço

Rua Domingos Pedro Hermes, 994 - Jardim Cidade de Florianópolis - São José CEP 88111-330

Como chegar: Ao subir a rua da UNILAR dobrar a primeira a direita,  você vai passar em frente a igreja Matriz de Barreiros, Banco do Brasil, Restaurante Barriga Verde, Simas Automóveis  e dobrar a esquerda na rua do Frangos Morgana. Segue mais 500m. Fica 5 casas depois da Igreja Luterana de Barreiros.


Telefone

Telefone (48) 3034 - 2494
Telefone comercial (48) 99148 - 7520

Das 08:00 - 12:00 e das 13:00 - 20:00 Atendemos com hora marcada.